Rua: Padre Estevão Pernet, 160 - Conj. 1204

Vila Gomes Cardim - Tatuapé

CEP: 03315-000 - São Paulo - SP -

Tel: (11) 2738-5448

        (11) 2738-5445

Rua: Afonso Pena, 257 - B. Santa Paula

CEP: 09541-400 São Caetano do Sul - SP

Tel: (11) 2311-5104

  • Facebook Social Icon
  • Instagram - White Circle
  • Twitter Social Icon

Pedra nos rins (Cálculos Renais)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedras nos rins ou cálculos renais são formados por substâncias que se agregam e cristalizam dentro dos rins ou nas vias urinárias, formando concreções que lembram pedras, daí seu nome.

Sintomas

Muitas vezes, a doença é assintomática (não apresenta sintomas) e, por esse motivo, pode passar muito tempo despercebida. Porém, quando as pedras passam a provocar obstrução da drenagem de urina, causam dores muito fortes (cólica renal), que podem ser sentidas na região lombar ou região abdominal inferior. Essas dores não são os únicos sintomas. Podem ocorrer também:

• Náuseas
• Vômitos
• Calafrios
• Distensão Abdominal
• Febre
• Desejo frequente de urinar
• Sangue na urina

Complicações

Uma cólica renal não tratada pode resultar em diversos problemas. Os principais são:

• Dores intensas
• Diminuição ou perda de função do rim afetado
• Infecção Urinária
• Hipertensão arterial

Diagnóstico

O diagnóstico é confirmado através de exames de imagem. Anteriormente utilizavam-se raio X de abdômen, urografia excretora e ultrassom. Na atualidade, esses exames foram substituídos pela tomografia de abdome.

Prevenção

A alimentação influencia diretamente a formação de cálculos renais.

Para prevenir formação de cálculo renal, devemos:
• Beber água suficiente para urinar 2 a 3 litros por dia.
• Aumentar o consumo de sucos cítricos (naturais, sobretudo laranja e limão)
• Realizar atividades físicas regularmente
• Diminuir o consumo de sal (retire o saleiro da mesa, evite embutidos e temperos industrializados)
• Diminuir o consumo de proteínas (carnes brancas, vermelhas e peixes)
• Diminuir consumo de alimentos ricos em oxalato (café, chá preto, chocolate)

Considerações finais:

Cerca de 20% da população pode apresentar a doença. E se você já pedra nos rins, a chance de formar novo cálculo é de 50% em 3-5 anos.

O médico especialista que trata a Pedra nos Rins é o Urologista.
Por isso, fique alerta, apresentando os sintomas, marque uma consulta!